Monthly Archives

julho 2017

A correlação entre a sua Loja e você

By | Grande Loja | No Comments

Quando a sua Loja foi fundada? Como foi a fundação? Onde isso ocorreu? Quem eram e onde estão os irmãos que fundaram a Loja que você pertence? Você já leu o Estatuto da sua Loja? E o Estandarte, o que tem nele? Qual o significado de cada parte do brasão, do Estandarte, etc.? Tudo isso é importante que, de tempos em tempos, seja explicado pelos Mestres mais velhos, aos irmãos que compõem o quadro atual da Loja.

A Loja é um centro de forças, um magneto em evidência enquanto existir. E, como tal, atrairá para si pessoas que tenham alguma importância covalente no campo vibracional. Portanto, cada membro da Loja, estando do lado de fora, na sala dos passos perdidos, no átrio, etc., está ali procurando entrar, não em um Templo alheio à sua pessoa, mas sim, entrar no seu próprio Templo Sagrado. A sessão é coletiva e ao mesmo tempo, individual. Ou seja, cada irmão que ali está, está acessando o que há de melhor de si no seu Templo pessoal. Somando o que se extrai de cada um, forma-se a Loja, o Templo coletivo, do qual todos se beneficiam.

Cada membro da Loja é um holograma do todo, da Loja em si, refletindo ao mundo exterior diferentes momentos dessa Loja, de acordo com a posição da Luz em sua casa astral, ou seja, em seu Templo Espiritual. O Iniciado Que desejar conhecer a si próprio tem dois caminhos: 1) mergulhar no seu Templo pessoal, seu EU, sua essência; 2) mergulhar na estrutura da Loja, no EU da Loja, em sua essência. Ambos são iguais. O que está ocorrendo nesse momento na sua Loja, está ocorrendo no seu EU, em sua essência, no seu Templo pessoal. Cada irmão que compõe a sua Loja representa uma parte da sua própria Vida. Ou seja, se você se sente bem com todos, é sinal de que, não somente a Loja está em harmonia, mas também, a sua Vida está passando por um momento de pleno equilíbrio. Se tem algum irmão na Loja com o qual você não está bem alinhado, é sinal de que alguma área da sua vida pessoal também precisa atenção e requer mais trabalho. Se a Loja estiver passando por um momento muito turbulento, é possível que a sua Vida pessoal também não esteja tão tranquila. Antes de pedir o seu Quit Placet, pare, analise. Tem alguma área da sua Vida que está querendo jogar a toalha. A solução não é sair da Loja, mas sim, somar esforços para resolver situação que possam estar causando turbulência e descompasso.

Se um irmão deseja o mal ao outro, ele também sofrerá as consequências, pois faz parte do mesmo corpo e, qualquer dissonância na Vida de um irmão interfere na Loja e nos demais irmãos que compõem o quadro, de alguma forma. Quem sai da Loja não alivia seus problemas, pois leva consigo em holograma os sinais vibracionais da Loja que pertenceu. Cada um de nós vive momentos diferentes, situações diferentes, trabalhos diferentes, rendas diferentes, saúde diferente, etc., mais ou menos como os planetas e as constelações estão posicionadas em locais diferentes, tendo como parâmetro a posição do Sol e da Lua em cada constelação. O Sol visitará a casa de todos, de toda constelação, em algum momento do ano astral, e durante uma sessão (que também é um ano astral), e a Lua interferirá nas marés de cada um, de acordo com sua posição geográfica no planeta, data e hora. Veja isso no sentido espiritual. Todos juntos, formam o momento astral da Loja. E cada um figurativamente representa momentos e comportamentos diferentes dos outros irmãos. É quando o Salmo 133 faz todo sentido no que tange ao significado vibracional de uma Loja. Se você não gosta da sua Loja, é sinal de que alguma área da sua Vida também esteja te incomodando bastante, as vezes até inconsciente. O Maçom não consegue ser feliz sozinho. É preciso que ele pense na felicidade dos demais irmãos que compõem o quadro de sua Loja, de sua potência, de sua família, de sua equipe de trabalho, de sua família, do seu país, etc. Toda bronca, toda mágoa, todo ódio, sai do ponto de origem, causa turbulência por onde sua onda vibracional dissonante passa, e volta para o ponto de origem 7 vezes mais forte e mais destrutivo. Não é possível ser feliz sem que todos estejam felizes, pois cada um, representa alguma área da Vida do outro. Quando vamos visitar uma Loja, é preciso ter isso em mente, procurar descobrir a afinação vibracional daquela Loja, e entrar dentro dela no mesmo diapasão, para não causar desarmonia. Às vezes, o “irmão problema” é um enviado do Supremo que deve ser observado e valorizado, pois, superadas as diferenças crescemos muito mais do que na inexistência de problema algum. O aprendizado nos maus momentos é superior ao de tempos inefáveis, que existem para saborearmos os frutos colhidos durante os momentos difíceis. Não é preciso concordar ou discordar do que estou postando, mas fique atento quanto a isso. Pode ser que um dia ou outro isso possa fazer sentido. E tudo funciona bem quando todos do quadro estão atentos a tudo isso. Todos são importantes no quadro, e as diferenças são indispensáveis.

– Autor: Manoel Miguel.

Izelmon de Sousa Barbosa

Grão Mestre